Como ter controle financeiro em tempos de crise?

Por que gerenciar riscos dos projetos de sua empresa?
14 de outubro de 2016
LÍDERES DE TI NAS PMES: SIM, ELE PODE TRANSFORMAR TUDO
24 de novembro de 2016

Para cada fase de uma empresa, é necessário ajustar o planejamento financeiro e se adaptar às características específicas do momento. Assim como desenvolver estratégias para investir bem quando o mercado é propício para crescimento, é importante saber lidar com cenários menos favoráveis, como o que vivemos nos dias de hoje.

Porém, esse é um momento delicado que pode gerar muitas dúvidas para quem busca alcançar o equilíbrio das contas da empresa. Por isso, mostraremos aqui algumas dicas para que você saiba como ter um bom controle financeiro em tempos de crise. Confira!

Faça uma análise financeira

Administrar um empreendimento pode ser, de várias formas, similar a gerenciar a economia doméstica. Seja em casa um no seu negócio, quando falamos de momentos que pedem uma revisão da estratégia de gestão financeira, devemos começar identificando a situação atual em detalhes.

Coloque na ponta do lápis o orçamento atual e os gastos planejados. Crie documentos bem elaborados com essas informações e uma tabela com valores de entrada e saída. Verifique também o histórico dos meses anteriores e faça um prospecto para identificar qual a tendência de gastos para os próximos meses.

Faça isso com cuidado e atenção para não deixar passar nada. Assim, você terá toda a informação necessária para criar seu plano de controle financeiro.

Desenvolva um planejamento com metas

Seus objetivos devem ser claros. Você já sabe o quanto poderá gastar e qual a perspectiva de lucro. Por isso, é preciso definir metas claras de gastos para que a situação não saia do seu controle.

Se a situação mostra que haverá uma diminuição nos lucros, é hora de estudar alternativas para diminuir também a saída de dinheiro.

Diminua os gastos

É fundamental saber reduzir os gastos da empresa. Para começar, reduza ao máximo o desperdício e faça um bom planejamento para economizar com serviços como viagem e transporte. Faça um planejamento para viagens que ocorrem com certa frequência para evitar que elas sejam feitas de última hora, o que custa mais caro.

A dinâmica interna da empresa também influencia nesse ponto. Muitas vezes, pequenos investimentos em treinamentos podem otimizar processos de forma significativa. Um colaborador eficiente pode fazer muito para ajudar na economia da empresa simplesmente modificando sua rotina de trabalho.

Um bom exemplo é capacitar os funcionários a gerenciar melhor o tempo. Essa estratégia ajuda a aumentar o nível de eficácia no trabalho e, consequentemente, diminui os gastos.

Evite novas dívidas

Para manter as contas dentro do planejado durante um momento difícil do mercado, você precisa ter em mente que podem ocorrer algumas variações na arrecadação da empresa. Por isso, é importante implantar uma consciência coletiva em relação aos gastos.

Indo além, é preciso reavaliar as estratégias de investimento. Pode não ser a melhor hora para comprar novos equipamentos da empresa. Ainda assim, é possível focar seu investimento em sistemas que auxiliem no aprimoramento do trabalho de gestão.

Trabalhar com técnicas de gestão integrada pode ser uma boa alternativa para otimizar o uso das informações referentes à gestão financeira de forma a reformular a dinâmica interna da empresa.

Com isso, você poderá implementar rapidamente uma política interna de controle financeiro que coloque sua empresa em uma posição segura durante um período menos favorável do mercado.

Gostou das dicas? Então deixe seu comentário e conte-nos quais os seus planos para driblar os tempos de crise!