SAP aposta em pequenas e médias empresas no Brasil

SAP registra alta de 21% na receita no Brasil em 2012
14 de fevereiro de 2013
PMEs, tecnologias e novas gerações
18 de fevereiro de 2013

Empresa pretende ampliar atuação nas regiões Sul, interior de São Paulo e Nordeste/Centro-Oeste na tentativa de aumentar a base de clientes

 

Letreiro da SAP, em evento

São Paulo – A SAP Brasil, empresa que atua no segmento de softwares de gestão empresarial, seguirá apostando no crescimento entre as pequenas e médias empresas. O presidente da empresa no País, Diego Dzodan, disse nesta quarta-feira que o objetivo é expandir-se por meio de parceiros locais, a todas as principais cidades do País. “Queremos nos aproximar cada vez mais dos nossos clientes regionalmente”, disse, em entrevista a jornalistas para comentar os resultados da empresa em 2012.

Segundo ele, a empresa vai reforçar a ampliação da atuação em três eixos: região Sul, interior de São Paulo e Nordeste/Centro-Oeste. “Cerca de 70% de nossos clientes no Brasil são de pequenas e médias empresas”, afirmou. No ano passado, a receita com a venda de softwares para estas empresas cresceu acima de 100%. Além disso, as vendas indiretas, por meio de outros canais, terceirizados, neste segmento, avançaram 122%. Hoje, os canais indiretos são responsáveis por 28% das vendas da SAP no Brasil, mas a meta é chegar a 40% até 2015.

Dentro da estratégia para crescer entre as pequenas e médias empresas no Brasil, a SAP aposta na implantação de softwares de gestão empresarial na chamada “nuvem”, ou seja, instalado por meio de servidores, sem a necessidade do programa “rodar” em um disco rígido físico local. Dessa forma, disse Dzodan, a instalação desse serviço tem seu tempo reduzido de dois meses para até nove dias. “Queremos oferecer soluções para qualquer tamanho de cliente, que atue em qualquer setor da economia”, afirmou.

O executivo admitiu que essa estratégia de apostar em empresas de menor porte reduz o tíquete médio da companhia, mas sem dar maiores detalhes. Por outro lado, afirmou que possibilita o acréscimo de um número maior de clientes. A base de clientes da empresa no Brasil somou 4,5 mil empresas, entre os mais diversos portes e setores.

Fonte: http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/sap-aposta-em-pequenas-e-medias-empresas-no-brasil-2