Qual o panorama da infraestrutura em TI no país e seus principais desafios?

LGPD
Segurança de dados: você sabe o que diz a nova LGPD? Veja aqui!
19 de agosto de 2019
Inteligência Artificial
Afinal, quais as aplicações da inteligência artificial nas empresas?
27 de agosto de 2019
infraestrutura em ti

Muitos empresários frequentemente reclamam da Infraestrutura em TI no nosso país. Baixo investimento por parte do governo e a burocracia, que impede o setor privado de investir mais em banda larga e internet móvel, são as críticas mais comuns.

No entanto, se você se identifica como um desses empresários críticos, já parou para verificar se sua empresa está fazendo algo errado? Se após uma análise concluir que sim, a solução talvez seja preparar o seu negócio para a implementação de soluções digitais.

Por isso, preparamos este post para que você entenda o que influencia o panorama de TI no Brasil e como isso pode ser melhorado. Esperamos que você aproveite a leitura! Acompanhe!

Como se encontra o panorama da infraestrutura em TI no Brasil?

Índice de maturidade de TI

É um indicador calculado por algumas multinacionais de TI — como a Dell Technologies e a Intel — para estimar o nível de preparo das empresas de um país em relação à implementação de tecnologias digitais. É um índice graduado de 0 a 100, no qual o valor máximo se refere aos negócios totalmente adaptados para a realidade da Transformação Digital.

Para estimar a maturidade, três critérios são avaliados:

  • processos internos e cultura: analisa o quanto as operações estão adaptadas à implementação da tecnologia dependendo cada vez menos de processos gerenciais físicos. Além disso, avalia o quão os funcionários estão motivados e capacitados para lidar com sistemas digitais;
  • automação de processos: estima a quantidade exata de tarefas automatizáveis que já estão funcionando nas máquinas em vez de execuções manuais;
  • modernização da infraestrutura: refere-se ao preparo do seu hardware ou da contratação de Infrastructure as Service para lidar com as demandas de armazenamento e de processamento dos softwares.

Este ano, o Brasil recebeu a nota 46,3, uma melhora discreta quando comparamos com o ano de 2018, em que atingimos 42,0 pontos. Isso significa que ainda há muito o que melhorar.

Quais tecnologias as empresas brasileiras podem adotar/melhorar?

A virtualização da infraestrutura de TI é vista  hoje como a principal ação para modernizar um negócio. Com isso, uma empresa ganha muito mais escalabilidade e adaptação à implementação de inovações:

Servidores

Os servidores são responsáveis pela centralização e pelo processamento dos dados produzidos por computadores interligados. Dessa forma, os dispositivos não precisam processar todas as informações dentro da própria máquina. Atualmente, até mesmo essa tarefa pode ser feita na nuvem. Seus softwares enviam os dados para servidores na nuvem, os quais processam os dados e os enviam de volta para os dispositivos.

Rede

As empresas precisam melhorar a infraestrutura de rede para que o fluxo de dados pela nuvem seja o mais eficiente possível. Assim, podemos até pensar em competir com países líderes no campo de TI, como China e Coreia do Sul, por exemplo.

Armazenamento

O armazenamento em nuvem permite que grande parte das informações sejam hospedadas remotamente. Desse modo, seu negócio não precisa gastar muito com hardware para crescer, pois este costuma gerar gargalos e comprometer o tempo e os recursos.

Quais são os principais desafios do país?

Alinhamento com os negócios

Os profissionais de TI de todos os setores da indústria e do comércio precisam começar a alinhar sua visão com o mercado. Devido a uma formação muito acadêmica, em alguns casos, eles têm dificuldade de pensar em novas soluções para as atividades cotidianas de uma empresa.

Redução de custos de manutenção

Os custos de manutenção de TI estão diretamente relacionados com a infraestrutura física de hardware. Quanto maior ela for, mais custos ela traz, uma vez que demanda mais servidores, mais funcionários de TI, maior gasto com energia etc.

Administração de ambientes de alta complexidade

Além disso, nossa infraestrutura ainda não está preparada para ambientes de alta complexidade. Muitos gestores ainda se apagam àquele velho ambiente de um servidor com duas máquinas, protegido por um ar-condicionado. Isso não existe mais, pois os softwares estão cada vez mais interligados e interdependentes. Consequentemente, a nuvem e outras tecnologias se tornam cada vez mais essenciais.

Para superar esses desafios, as empresas não podem ter medo de investir em novas ferramentas para a infraestrutura em TI. É hora de abandonar as soluções tradicionais e experimentar as inovações, as quais buscam revolucionar o setor nos próximos anos.

Quer continuar recebendo os melhores posts para atualizado sobre o assunto? Siga nossas páginas nas redes sociais TwitterFacebookGoogle+ e Youtube!