Informações e Contatos

  • Av. Antonio Carlos Comitre, 525 - 8° Andar - Ed. Crystal Plaza
    Campolim - Sorocaba/SP - Brasil
  • contato@uppertools.com.br
  • +55 (15) 3519-3535
  • +55 (15) 98174-1763

Siga a gente

Blog

O que é o sistema integrado de produção e como implantar

A integração dos sistemas de produção exerce relação direta com a estratégia competitiva, interferindo diretamente no desenvolvimento industrial. Tal fato é importante ser ressaltado já que o sistema integrado de produção abre portas para que haja maior eficiência com menores custos.

A integração e a estratégia competitiva

Há certo tempo foi notado que os sistemas de produção, quando integrados, impactavam diretamente na produção, levando à possibilidade de elevar a qualidade e reduzir os gastos econômicos.

Foi lá na década de 50 que nasceram os primeiros sistemas, com aplicações computacionais para contribuir com o trabalho dos engenheiros. A partir de então, tal método só evoluiu, até que nos anos 70 aconteceu a popularização dos CAM, que em português significa Fabricação Assistida por Computador.

Assim, algumas máquinas da produção passaram a ser controladas por computadores e os projetos supervisionados pelo sistema CAD, que em português significa como Projeto Assistido por Computador. O sistema CAD – CAM  levou à integração da equipe de projetos com o chão-de-fábrica.

Nessa mesma época foram desenvolvidos softwares de MRPs (Material Resource Plan)  com o objetivo de integrar o planejamento do uso dos insumos e a administração dos processos produtivos. Os MRPs evoluíram para os MRPs II, agregando o controle de mão-de-obra e maquinários às funções que já existiam.

Os computadores evoluíram, a popularização aconteceu e os custos tornaram-se menores, sendo então acessível a integração de desktops em redes corporativas. Com tal facilidade, as indústrias passaram a se interessar em desenvolver um único sistema que comportasse todas as informações do negócio, que iam desde as vendas, até o planejamento, estoque, recursos humanos e todos aqueles projetos empresariais.

Nos anos 70 surgem os ERPs (Enterprise Resourse Planning). Atualmente, os mais conhecidos são o SAP, Microssiga e Totvs.

Como implantar um sistema integrado de produção

O processo de informatização e automatização de uma empresa é demorado e requer paciência, já que trabalhar com sistemas integrados de produção demanda o desenvolvimento de infra-estrutura e de recursos humanos. Foram precisos anos e anos para que os protocolos de comunicação pudessem ser aprimorados, assim como levou tempo para que as diferentes linguagens de programação pudessem ser desenvolvidas.

Linguagens antigas ainda existem em sistemas de diversas empresas. O mesmo acontece com equipamentos dedicados com protocolos específicos de comunicação. Assim, para que aconteça a integração ideal de sistemas, são necessárias atualizações pontuais e até mesmo retrofits em equipamentos, adequando todo o conjunto às exigências dos processos atuais.

Os custos em investimentos para unificar as informações podem ser elevados dependendo do tipo de fábrica, porém os benefícios são notáveis e todo o gasto dispensado será retornado posteriormente.

Hoje, podemos afirmar que o sistema integrado de produção é o principal fator do sucesso desta cultura no Brasil e do êxito do país como um dos maiores players neste mercado. É por conta desse tipo de sistema que nós, empresários brasileiros, podemos acompanhar o aumento da demanda de maior produção, atendendo os padrões de qualidade desejados pelo mercado a preços competitivos.

Quer saber mais informações sobre empresas e aprender como atingir o pódio dessa competição empresarial? Acesse nosso blog periodicamente e fique por dentro de todas as novidades do mercado.