Gestão da manutenção industrial: 6 vantagens para iniciar agora!

Análise Preditiva
Afinal, o que é análise preditiva? Entenda aqui!
27 de março de 2020
gestão de estoque
Qual é o impacto da gestão de estoque para um negócio?
6 de abril de 2020
Gestão da manutenção industrial

A gestão da manutenção industrial tem o objetivo de organizar e programar todas essas ações de forma a evitar negligências e trazer uma interrupção mínima das atividades. Para isso, várias metodologias podem ser utilizadas desde o momento do planejamento até a execução e o acompanhamento de resultados. A seguir, vamos explicar as principais. Acompanhe!

Quais são as vantagens de uma boa gestão de manutenção industrial?

1.Manter a disponibilidade dos equipamentos

A gestão da manutenção industrial tem dois benefícios principais sobre a disponibilidade dos equipamentos:

  • como haverá uma série de ações preventivas e corretivas, há uma redução dos riscos relacionados a defeitos das máquinas, de modo a haver menos paradas inesperadas;
  • ademais, essas atividades poderão ser mais bem programadas ao longo do tempo, a fim de evitar a interrupção das operações durante a manutenção; pode-se evitar que dois equipamentos essenciais fiquem parados simultaneamente, por exemplo.

2.Gerenciar os recursos

As ações de manutenção gastam recursos materiais das empresas. Então, precisam ser planejados de acordo com os ciclos financeiros dela. Algumas manutenções são muito caras, sendo imprescindível fazer uma reserva de caixa e evitar sua realização durante quedas sazonais de caixa.

3.Eliminar os defeitos da máquina

Com isso, também se pode eliminar eventuais defeitos nas máquinas antes que eles se manifestem ou comprometam outras peças. Isso também é importante para evitar acidentes graves com os funcionários, visto que a segurança está intimamente ligada aos cuidados com as máquinas.

4.Manter o padrão de qualidade dos produtos

A gestão de manutenção também leva as indústrias a manterem uma maior uniformidade da qualidade entre os diferentes lotes de produtos. Mesmo que não apresente defeitos, um equipamento desgastado vai gerar produtos cada vez mais inferiores.

5.Garantir a conformidade com as leis

As normas técnicas brasileiras (ABNT) e internacionais (ISO) frequentemente estabelecem prazos periódicos para a manutenção de determinados equipamentos. Elas variam bastante, e, portanto, é imprescindível ter uma ferramenta para gerenciá-las.

6.Ter uma visão integrada dos processos

Com a gestão, você não verá mais as manutenções como ações isoladas. Você terá um panorama completo de todas elas ao longo do tempo, o que permite uma melhor alocação de recursos.

Quais ferramentas colaboram para essa ação?

Ciclo PDCA

Essa metodologia estabelece um processo padronizado para cada ação realizada dentro da empresa:

  • plan – é o planejamento do que precisa ser feito para atingir os objetivos (ao final, você terá um passo a passo com todas as atividades);
  • do – é a execução das tarefas planejadas;
  • check – é o monitoramento dos resultados para verificar se eles atingiram o escopo definido inicialmente;
  • act – é a correção de rumos, caso tenham sido encontradas inconformidades anteriormente.

Com isso, cada manutenção pode ser auditada a fim de produzirem os resultados desejados.

5W2H

São perguntas que consolidam todas as informações mais importantes a respeito de cada ação:

  • What – qual será a manutenção feita (preventiva, corretiva ou preditiva) e em que equipamento?
  • Who (quem) – quais serão as empresas ou os colaboradores responsáveis pela manutenção?
  • Where (onde) – quais são os departamentos e as sedes atingidos?
  • When (quando) – quais são as datas e os prazos de cada ação?
  • Why (por que) – quais são os benefícios que essa manutenção trará?
  • How (como) – quais recursos e estratégias serão alocados?
  • How much (quanto) – qual é o preço total?

TPM (manutenção produtiva)

É um conjunto de ferramentas cujo objetivo é reduzir o tempo que uma máquina fica parada durante uma manutenção. Dessa forma, os técnicos iniciam com ações que não trazem a interrupção do funcionamento dos equipamentos e só passam para as mais críticas nos momentos em que a linha de produção não funciona.

Software de gestão integrada

Por fim, temos os softwares de gestão integrada. Eles contêm todas as ferramentas que explicamos anteriormente e permitem um gerenciamento completo. A grande vantagem é que eles são automatizados e apresentam funcionalidades, como:

  • notificações quando as manutenções estiverem próximas;
  • relatórios;
  • mapas e cronogramas de ações, entre outros.

Portanto, com essas técnicas e um bom software automatizado, você poderá ter um controle muito maior e mais eficaz das suas ações empresariais. Nesse sentido, a gestão da manutenção industrial traz operações muito mais fluídas e uma qualidade padronizada.

Quer saber como a Uppertools pode ajudá-lo nessa tarefa? Entre em contato com a gente!