Excelência operacional: 5 práticas para aprimorar as operações e os resultados

Pós-venda: Por que ele é chave de ouro para fidelizar clientes?
4 de maio de 2018
Business Intelligence e Big Data: entenda as 5 maiores diferenças
20 de maio de 2018

De fato, a busca pela excelência operacional é uma tarefa que nunca termina. Sempre há possibilidade de encontrar novas formas para aumentar o nível de profissionalismo dentro das empresas, com o objetivo de conquistar uma melhoria na gestão e o aumento dos lucros.

Ainda assim, podemos apontar algumas dessas metodologias e melhores práticas encontradas no mercado como importantes pilares de uma boa gestão.

Então, se você é um profissional preocupado com essas questões e quer estar sempre nas melhores condições para trazer bons resultados para a sua empresa, preste atenção aos pontos que listamos a seguir e busque sempre colocá-los em prática! Confira:

1. Definir objetivos estratégicos

A base da administração moderna trabalha com uma divisão interna das empresas em três níveis bem determinados: o estratégico, o tático e o operacional. E, em qualquer que seja o ramo de atuação do seu negócio, é possível perceber esses patamares em funcionamento. Todos os três são fundamentais para que o negócio funcione.

A parte operacional está ligada à produção, seja de serviços ou produtos. Nesse sentido, pode ser entendida como o operário de uma indústria ou o vendedor de uma loja.

Já o nível tático está mais ligado ao gerenciamento de equipes — como é o caso do supervisor de serviços ou o chefe do departamento pessoal, que precisam garantir que suas áreas mantenham uma boa produtividade.

Por último, temos o patamar estratégico, que é o corpo de pessoas envolvidas nas decisões de mais a longo prazo, e que influenciam toda a empresa. A responsabilidade aqui é pensar a empresa; definir as melhores formas de agir e quais caminhos devem ser tomados.

Na posição de empresário, todas as suas decisões devem, necessariamente, ser estratégicas. Por isso, ao definir objetivos, o faça de maneira pensada e calcule bem quais devem ser seus passos até que se possa atingir as metas.

Além disso, lembre-se de que, se você não tiver objetivos claros e estruturados de acordo com a visão do seu negócio, sua empresa pode nunca sair do lugar.

2. Melhorar o gerenciamento de processos

Seu negócio tem várias rotinas que precisam ser executadas da maneira correta para que os resultados apareçam. O setor financeiro precisa cuidar das contas a pagar e a receber, o de vendas tem de se garantir desde o início do atendimento até a hora do fechamento etc.

Sendo assim, é importante que cada parte da sua operação esteja muito bem calibrada. Do contrário, haverá desperdícios de recursos materiais e humanos — além de tempo.

Quanto maior for o seu nível de precisão nos processos, melhor será para a empresa. Por isso, você deve estar sempre avaliando o resultado de cada um deles, e buscar formas de aprimorá-los. Isso é o que chamamos de melhoria contínua e é, sem dúvidas, uma forma de conquistar a excelência operacional.

3. Capacitar sua equipe

Toda e qualquer empresa é movida por pessoas. Afinal, por mais automatizado que seja o seu negócio, você ainda depende de seres humanos para que os resultados apareçam.

Por isso, é necessário manter a sua equipe sempre bem treinada, de maneira a minimizar erros nas operações e abrir um bom espaço para que sejam feitas críticas aos processos em andamento.

Independentemente do tipo da função desempenhada, qualquer trabalhador que consiga ter um nível maior de entendimento do seu próprio trabalho e um conhecimento técnico mais aprofundado sobre como ele afeta todo o negócio tem condições muito mais propícias a desenvolver atividades de maneira proveitosa e mais profissional.

Em outras palavras, investir em seu pessoal é investir também na sua empresa.

4. Saber gerir pessoas

Aproveitando ainda o raciocínio do item anterior, falemos um pouco mais sobre os seus funcionários — ou melhor, passemos agora a tratar de como eles são gerenciados.

Por serem eles suscetíveis a problemas pessoais e variações de humor de todo o tipo — assim como qualquer outra pessoa — é preciso saber liderá-los. E, para te ajudar com isso, indicamos três dicas importantíssimas que devem ser postas em prática todos os dias do ano.

A primeira delas é fazer sempre críticas de maneira individual, sem expor o funcionário aos demais. Quanto aos elogios, estes, sim, podem ser feitos de maneira pública, de forma a deixá-lo orgulhoso de seu desempenho dentro do grupo em que está inserido.

A segunda dica é facilitar a interação das pessoas dentro de seus grupos de trabalho. Afinal, uma empresa cujos colaboradores pensam juntos e se relacionam tem muito mais chances de encontrar caminhos inovadores e diminuir problemas de processos.

Por último, uma velha conhecida: a liderança pelo exemplo. Se você não cumpre com sua palavra, se não respeita as normas da empresa ou pratica qualquer outro tipo de desconformidade com o que cobra de seus funcionários, não terá muitas chances de colher bons resultados.

5. Investir em recursos tecnológicos

Assim como é importante garantir um bom nível de treinamento e capacitação dos seus colaboradores, é preciso dispor de tecnologias adequadas, que ofereçam as melhores condições para a sua empresa prosperar.

Ter ferramentas e sistemas bem desenvolvidos é primordial para que seus processos estejam andando no ritmo mais rápido possível, e que estejam sempre prontos a manter seu nível de desperdício e erros em patamares aceitáveis.

Nesse sentido, sistemas inteligentes que funcionam de maneira integrada ajudam a economizar tempo e permitem que você tenha uma visão mais completa de todo o negócio de uma só vez.

Imagine, por exemplo, quanto tempo você demora a fazer um controle de estoque ou produzir um relatório de vendas manualmente. Ao final do trabalho, provavelmente seus relatórios e KPIs já estarão desatualizados, não?

Além disso, fazendo tudo sem uma ferramenta adequada, as chances de você ter dados com alguma margem de erro são consideráveis — e, a partir desses relatórios, suas decisões também podem ser prejudicadas.

Sendo assim, avalie se você tem hoje o que realmente necessita em questão de soluções tecnológicas. Em caso negativo, busque mais informações sobre as opções que existem no mercado e os benefícios permanentes que se pode obter escolhendo as ferramentas adequadas para o seu negócio!

Enfim, agora que você já tem nas mãos ótimas dicas do que fazer para garantir um bom nível de excelência operacional, aproveite para ajudar seus amigos e colegas empreendedores compartilhando este conteúdo em suas redes sociais!

Deixe uma resposta