Informações e Contatos

  • Av. Antonio Carlos Comitre, 525 - 8° Andar - Ed. Crystal Plaza
    Campolim - Sorocaba/SP - Brasil
  • contato@uppertools.com.br
  • +55 (15) 3519-3535
  • +55 (15) 98174-1763

Siga a gente

Blog

Dados via aparelhos móveis dobrarão anualmente até 2018

De acordo com estudo da Ericsson, smartphones responderão por 3,3 bilhões de acesso até 2018, ante o total de 1,1 bilhão previsto para o fim deste ano; O tráfego de dados neste intervalo vai dobrar a cada ano, informa a empresa

E mais uma previsão mostra que mobilidade será um dos carros chefes de acesso à internet. De acordo com estudo da fabricante sueca Ericsson, o tráfego de dados em aparelhos móveis dobrará a cada ano até 2018.

Segundo a fabricante, considerando as assinaturas móveis de dados e voz em equipamentos como celulares, smartphones e tablets, o volume mundial de aparelhos chegará a 6,6 bilhões no final de 2012, encerrando 2018 em 9,3 bilhões. No mesmo período de tempo, os acessos móveis devem mais do que quadruplicar de 1,5 bilhão este ano para 6,5 bilhões nos próximos quatro anos.

Smartphones responderão por 3,3 bilhões de acessos até 2018, ante o total de 1,1 bilhão previsto para o fim deste ano, sendo o carro chefe desse consumo em massa de dados via dispositivos móveis. A pesquisa mostra, também, que vídeo será o maior propulsor dos volumes de tráfego móvel, constituindo 25%do total de acesso internet pelos e 40% das conexões via tablets, exigindo mais qualidade das redes sem fio.

“Obviamente veremos um grande crescimento nos investimentos em rede, principalmente em 4G nos próximos anos”, afirma Jean-Philippe Poirault, VP e líder das iniciativas de inovação da Ericsson. “Os dispositivos móveis estão causando uma verdadeira revolução no tráfego de dados.”

Ulf Ewaldsson, CTO da Ericsson, complementa a visão do colega, prevendo não só um aumento dos investimentos por parte das operadoras para a disponibilidade de redes para acesso, mas também por parte das empresas, que serão “reféns” desse crescimento. “A flexibilidade do acesso em tablets e smartphones é crucial. As empresas estão apostando em plataformas de comunicação em diversos dispositivos móveis e isso só aumentará”, ressalta.

Neste ponto, fica claro que esse não é um esforço apenas dos fornecedores de rede e infraestrutura, mas também que existe uma necessidade cada vez mais crescente de pensar em mobilidade dentro das empresas. “O segmento corporativo está cada vez mais engajado em tornar o trabalho mais flexível, e acreditamos que nos próximos quatro anos haverá ainda mais trabalho neste sentido”, afirma Poirault.

O estudo também apontou algo que há muito é discutido: voz não é a principal função dos equipamentos móveis. A disparada nas vendas de smartphones e tablets fez as redes receberem mais vídeos e músicas do que voz, “e a tendência é que a proporção só aumente”, prevê Ewaldsson.

O estudo da Ericsson deixa claro que big data e mobilidade serão assunto para muitos anos, e que os investimentos para dar acesso aos usuários, seja corporativo ou final, vão aumentar bastante – obviamente com a parte mais pesada ficando a cargo das operadora. Como você tem lidado com o tráfego de dados em sua rede e como está preparando sua força de trabalho para um futuro cada vez mais móvel?

Fonte: http://informationweek.itweb.com.br/11598/dados-via-aparelhos-moveis-dobrara-anualmente-ate-2018/