Como um sistema de ERP pode ajudar no controle de logística?

Boa parte dos empreendimentos modernos, ao adotar um módulo de pacotes específicos para o gerenciamento de seus processos, precisa integrar o controle de logística ao sistema de gestão empresarial já utilizado pela empresa. Contudo, se o seu negócio ainda não conta com essa solução, é necessário reverter esse quadro para atender à sua demanda com o máximo de agilidade e confiabilidade.

Nesse caso, a melhor opção disponível no mercado é o ERP para a logística, que também abrange os módulos da ferramenta tradicional. Assim, é possível economizar tempo e dinheiro em integração entre mais de um sistema por meio de uma ferramenta completa.

Para compreender como o ERP é importante e benéfico para o seu negócio, veja as principais informações sobre o tema. Acompanhe!

A solução ERP

ERP (do inglês Enterprise Resource Planning) ou Sistema de Gestão Empresarial é uma solução tecnológica que gerencia todas as operações do seu negócio, incluindo as áreas administrativa, operacional, fiscal e logística.

A ferramenta integra todos os departamentos do empreendimento, facilitando a comunicação interna e a tomada de decisões por parte do gestor ou dono do negócio, tornando-as menos onerosas e mais rápidas.

Se as empresas adotassem um software para cada setor, a dificuldade na comunicação seria muito grande, gerando lentidão nos processos. Por exemplo, o setor financeiro não receberia da área de recursos humanos o valor para o pagamento dos empregados no dia correto, provocando confusões e muitas dores de cabeça.

Além disso, com a integração que o ERP proporciona, são necessários poucos fornecedores de software, reduzindo os custos com licenças, servidores, suporte técnico, entre outros.

ERP no controle de logística

Se apenas a solução tradicional já traz inúmeros benefícios organizacionais, como a redução de custos, contratos e automatização de processos, o ERP para o controle de logística ajuda a empresa a atingir a excelência nesse setor.

Grande parte das transportadoras utiliza os sistemas TMS (software para controle das informações de fretes, roteiros de entregas, etc.) para fazer o gerenciamento de notas fiscais, frotas e entregas, automatizando os processos.

Com o ERP voltado para a logística, todos os serviços são personalizados e integrados de acordo com as necessidades da empresa, de forma simples e intuitiva.

Vantagens de um sistema ERP para a logística

1 – Facilita a coordenação e controle de processos

Com um sistema de controle de estoque, todos os processos internos são informatizados, eliminando a demora e os erros decorrentes de atividades manuais, com o uso de planilhas e papel.

Ao adotar uma solução completa de ERP para o seu negócio, todas as operações de controle de logística e estoque ficam organizadas no sistema, fazendo com que a empresa ganhe tempo na gestão, já que todos os processos se tornam padronizados e centralizados, de fácil acesso aos colaboradores e gestores.

Todas essas facilidades ficam a um clique de distância quando o empreendimento adota um sistema automatizado, facilitando o controle e acesso não apenas do setor de logística, mas de todas as áreas do negócio.

2 – Permite a gestão de pedidos de compra

O sistema de gestão de estoque, que faz parte do ERP para controle de logística, permite que você e os outros responsáveis pelo setor tenham controle sobre todos os pedidos de compra solicitados aos fornecedores.

O software mostra, inclusive, a data de cada pedido de compra, se o serviço foi prestado de forma satisfatória, dentro do prazo estipulado ou não. Isso é importante para avaliar se seus parceiros comerciais cumprem com o prometido ou se já é hora de buscar novos fornecedores.

3 – Armazena e distribui informações

Em épocas de alta demanda na empresa, algum erro pode passar despercebido pelos sistemas mais antigos de gestão. Ainda que insignificante, ele pode causar inconsistências no cruzamento de dados, provocando problemas em processos gerenciais e até mesmo contábeis.

Ao investir em um ERP integrado com a logística, esse tipo de problema desaparece, já que o próprio software faz uma checklist de verificação, otimizado para atender às demandas do seu negócio, reduzindo erros e inconsistências de forma significativa.

4 – Melhora o controle de estoque

Ao adotar essa solução, você consegue saber, com exatidão, quais produtos saem do estoque com maior frequência e aqueles que demoram mais. Isso é importante para controlar o estoque de maneira eficiente, para que as mercadorias não fiquem em falta, nem encalhadas no depósito.

Dessa forma, é possível prevenir desperdícios e perdas de produtos. Para os itens que saem menos, vale a pena investir em descontos e promoções para evitar que fiquem parados. Assim, o fluxo de vendas se torna mais rápido, auxiliando para que seu negócio seja mais eficiente e ágil.

Um controle de estoque eficiente é muito importante para a estratégia da empresa, pois é onde mora a confiabilidade do cliente. Se esse ponto não é realizado corretamente, a marca perde em qualidade e falha no atendimento às necessidades de seu público.

5 – Alerta sobre estoque baixo

Quando uma mercadoria sai muito é sinal de preocupação diante da possibilidade de seu esgotamento. Para evitar que isso ocorra, o ERP faz o controle de logística, alertando sobre a baixa quantidade do produto no estoque.

Esse levantamento é realizado com o máximo de precisão pela ferramenta, evitando que a empresa perca futuras vendas por falta de produto.

6 – Emissão de relatórios

O ERP é tão confiável que o próprio sistema gera e emite relatórios sobre o seu estoque. Isso permite um melhor gerenciamento, inclusive do controle de terceiros atrelados à empresa.

Assim, o responsável pelo setor sabe exatamente onde uma mercadoria está, se já foi encaminhada, se houve devolução, entre outras informações.

Caso não faça um rigoroso gerenciamento dos produtos devolvidos, a organização fica passível de multa. Esse é mais um motivo para adotar o ERP e evitar dores de cabeça no futuro.

7 – Atualização automática

Com o avanço da tecnologia e os updates do sistema, os serviços tendem a ser cada vez mais otimizados, conferindo maior agilidade ao negócio, visto que o sistema de gestão também ajuda no controle da entrada e saída de mercadorias de maneira eficiente.

Para isso, a própria ferramenta faz atualizações automáticas: quando a nota fiscal é emitida, a Receita Federal faz a identificação e certificação da quantidade de produtos disponíveis em seu estoque.

Quando ocorre a situação oposta, a Receita é informada sobre a saída de mercadorias. Isso precisa do mínimo de acompanhamento para oferecer ao empresário um controle com o máximo de exatidão de sua logística.

O sistema de gestão é uma ferramenta imprescindível para o controle de logística do seu negócio. Com ele, é possível prever as demandas de acordo com a época do ano, determinar quais produtos devem ser pedidos em maior quantidade e quais deles não. Isso gera um grande custo-benefício para o empreendedor e evita prejuízos com mercadorias paradas no estoque.

Você ainda não tem um ERP integrado com a logística da empresa? Então entre em contato com a Uppertools e saiba todos os detalhes dessa solução que traz uma grande vantagem competitiva para o seu negócio!

Add a Comment