Como fazer uma boa gestão de desempenho e produtividade?

Como fazer a programação da produção de forma automatizada?
31 de janeiro de 2019
Entrada e saída de caixa: os 9 erros mais comuns no fluxo de caixa!
6 de fevereiro de 2019

A comunicação é essencial em todas as atividades da vida. No universo corporativo, ela é ainda mais necessária: afinal, dela depende o bom andamento da maioria das atividades nas empresas. Por isso, os profissionais devem desenvolver essa habilidade e o gestor deve se valer dela para realizar a gestão de desempenho e produtividade da empresa.

Em um ambiente de trabalho em equipe, ser capaz de interagir com os colegas — e, claro, com o gestor — é o que faz as operações da companhia serem bem-sucedidas. Nesse cenário, o gestor tem mais elementos para fazer uma boa gestão da equipe em qualquer contexto.

Por isso, cada vez mais, a habilidade de comunicação é um forte impulsionador na carreira de qualquer profissional. Assim, quando todos os integrantes da equipe são capazes de se comunicar bem, o gestor pode atuar de forma mais positiva. Quer saber como isso afeta a gestão de desempenho e produtividade? Acompanhe o texto a seguir!

O que é a gestão de desempenho e produtividade?

A gestão tem relação direta com a participação, a autonomia e a responsabilidade dos profissionais da empresa — ou seja, com seu capital humano. Para que seus objetivos sejam atingidos de forma eficaz, o gestor deve ser capaz de levar o grupo a atuar de forma harmônica. Para isso, deve considerar o conhecimento e as competências de todos.

Nesse contexto, é a gestão de desempenho e produtividade que permite alinhar os objetivos empresariais e os de cada profissional envolvido no processo. E isso acontece a partir da valorização e da motivação dos trabalhadores. Ou seja, o gestor deve avaliar, monitorar, controlar, planejar e melhorar a atuação dos colaboradores.

Quando se faz uma análise do desempenho de um profissional de acordo com as atividades que ele deve executar, agregam-se valor, excelência e qualidade aos processos da companhia. E mais: ela ajuda na otimização de custos, no mapeamento de competências, na mensuração da produtividade e assim por diante.

Quais as vantagens de aplicá-la na empresa?

Um de seus principais benefícios é a otimização de custos. Isso é possível porque a gestão de desempenho e produtividade permite ter mais controle sobre suas necessidades internas e, assim, saber quais setores precisam receber investimentos e de quanto eles devem ser — o que evita desperdícios. Veja, a seguir, outras vantagens!

Mapeamento de competências

É fundamental que a empresa defina seus objetivos e saiba quais habilidades são necessárias para executar as tarefas que vão permitir alcançá-los. A gestão de desempenho e produtividade garante que a organização contrate os profissionais com essas competências.

Se não a fizer, por outro lado, você pode ter vários profissionais excelentes, mas sem o perfil correto para as tarefas delegadas a eles.

Mensuração da produtividade

Uma das principais funções da gestão de desempenho e produtividade é justamente medir a produtividade das equipes e dos profissionais. Isso leva a uma série de benefícios:

  • identificação de dificuldades antes que elas surjam;
  • formação de equipes mais fortes;
  • oferta de feedback construtivo;
  • desenvolvimento mais efetivo dos colaboradores.

Manutenção da competitividade

Com a gestão de desempenho e produtividade, o controle sobre as atividades do empreendimento e o desenvolvimento dos profissionais é maior. Afinal, eles são alocados em funções que aproveitam suas habilidades, tornam-se mais produtivos e isso, naturalmente, ajuda a companhia a ser mais competitiva.

Garantia de alto desempenho

As companhias de alto desempenho são admiradas por todos os seus públicos. E é a gestão de desempenho que garante essa qualidade. Com ela, a organização tem mais capacidade de motivar seus colaboradores, já que os conhece melhor, identifica aspectos em que eles podem melhorar e os remaneja para atividades em que podem ter melhor aproveitamento.

Como ela pode ser aplicada de forma eficiente?

Para obter os benefícios que uma gestão de desempenho e produtividade eficiente é capaz de trazer para a companhia, é preciso saber aplicá-la. Veja, a seguir, 5 formas de colocá-la em prática:

1. Engaje a equipe

Engajar os profissionais passa pela comunicação. Quando ela é eficiente, a equipe vende, produz e rende mais. Além disso, a comunicação permite que os funcionários criem relacionamentos saudáveis — o que afeta positivamente o clima organizacional. Uma das formas de aumentar a produtividade na organização é oferecer incentivos e motivação aos colaboradores.

2. Melhore a comunicação

Para colocar em prática essa gestão, é preciso dar prioridade à comunicação. Se a comunicação entre os setores for adequada, por exemplo, há menos chances de desentendimentos. E o mesmo vale para a comunicação externa: em uma empresa transparente, todos estão sempre bem informados sobre os processos, o que diminui as chances de atritos com fornecedores e clientes bem fidelizados.

3. Escolha indicadores de desempenho adequados

Os indicadores-chave de desempenho (Key Performance Indicators – KPI’s) são os critérios definidos para acompanhar a evolução operacional do esforço dos colaboradores. A partir deles, a equipe pode manter o foco em relação às metas, bem como identificar necessidades e avaliar o alinhamento dos colaboradores.

4. Invista em capacitação

Além de estarem engajados, os profissionais devem ser capacitados. Cada um deles deve entender seu papel no processo produtivo e avaliativo. Educá-los sobre como dar e receber feedbacks vai ajudá-los a melhorar seu desempenho e, consequentemente, trazer resultados mais satisfatórios para a companhia.

5. Tenha um sistema de gestão integrado

Um software de gestão é essencial para reunir os dados sobre a gestão de desempenho. A ideia é que as diferentes áreas saibam como contribuem para o resultado da companhia e em que podem melhorar. Assim, todos têm um controle maior sobre as tarefas a serem executadas e qual a relação entre os departamentos.

Como a tecnologia influencia esse processo?

Sistemas específicos de gestão empresarial melhoram a circulação da informação, permitem análises de resultados e facilitam as tomadas de decisão. Essas ferramentas tornam o trabalho do gestor mais objetivo, bem como mantêm dados atualizados sobre os colaboradores.

De modo geral, fazer a gestão de desempenho e produtividade em qualquer empresa requer que o gestor conheça as ferramentas e as metodologias que podem otimizar seu trabalho, bem como a forma de aplicá-las. Assim como tornar a equipe mais entrosada ajuda a torná-la mais produtiva e competitiva, adotar as ferramentas certas é essencial nesse processo.

Quer saber como aplicar isso na sua organização? Entre em contato com a gente e saiba como podemos ajudá-lo nesse processo.