Como acompanhar a transformação digital na indústria automotiva

Tecnologia nas indústrias: quais são os benefícios?
17 de dezembro de 2020

A indústria automotiva está se transformando digitalmente com o que há de mais moderno na produção de bens de consumo. Chamada também de Quarta Revolução Industrial, a Indústria 4.0 é um fenômeno que se aproveita da automação e Tecnologia da Informação (TI) para substituir os processos manuais. 

É verdade que as máquinas já substituem as operações manuais, mas o objetivo desse movimento é que as mesmas desempenhem determinadas funções, sem precisar de alguém no comando. Com base em pesquisas, é possível constatar que os ganhos operacionais e financeiros são reais. 

De acordo com uma estimativa da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), feita em 2017, os custos industriais podem reduzir em R$ 73 bilhões por ano. Desse total, R$ 34 bilhões viriam dos ganhos de eficiência, R$ 31 bilhões da redução de custos de manutenção de máquinas e R$ 7 bilhões da redução do consumo de energia.  

A Indústria 4.0 usa algoritmos em seus processos, para que as máquinas analisem dados em uma velocidade que seria inviável aos humanos durante uma vida inteira. No tópico a seguir, informaremos mais sobre alguns dos seus aspectos e, posteriormente, da indústria automotiva.

Projeções e perspectivas da Indústria 4.0

A indústria em geral é um dos pilares que movimenta a economia do país. O fechamento de qualquer fábrica pode gerar o desemprego de muitos profissionais, como aconteceu recentemente com uma gigante do setor. A fabricante de automóveis informou que encerrará as atividades e 5 mil empregos devem ser afetados. 

Assim como outros setores da sociedade, as indústrias também estão passando por um processo de transformação digital, conforme falamos na introdução deste artigo. Segundo a pesquisa “Indústria 4.0 e a pandemia”, 74% das empresas já adotaram ao menos uma tecnologia 4.0. No entanto, somente 35% estão em um nível mais avançado, com três diferentes tipos de tecnologias adotadas. Entre as mais comuns nas indústrias, estão a computação em nuvem (52%), sensores (36%) e softwares de gestão avançada de produção (33%).

Uma pesquisa encomendada à SAP pela consultoria Forrester Consulting, com 740 executivos de diversos segmentos, 93% sinalizaram que a adoção de tecnologias inteligentes são fundamentais para o sucesso de seus processos de transformação digital e 92% das empresas demonstraram alto interesse por plataformas capazes de unificar os dados coletados e gerados pelas tecnologias inteligentes e os processos de negócios. Veja as tecnologias que estão sendo ou já foram implementadas: 

  • Internet das Coisas (92%).
  • Inteligência Artificial (78%).
  • Machine Learning (77%). 
  • Realidade Virtual/Aumentada (70%).
  • Blockchain (68%).

Cenário da indústria automotiva para os próximos anos

O setor automotivo foi um dos mais afetados pela crise gerada na pandemia da Covid-19. Segundo um levantamento feito pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a produção de veículos no país foi de um pouco mais de 2 milhões, o que representa uma queda de 31,6% em relação ao ano anterior. Ao mesmo tempo que passa por desafios, as perspectivas da indústria automotiva são positivas.

Uma projeção do Fórum Econômico Mundial aponta que, até 2025, a digitalização de processos pode gerar um valor de US$ 0,67 trilhão para a indústria automotiva e mais de US$ 3,1 trilhões em benefícios sociais. Além dos ganhos de eficiência e redução de custos quanto ao uso de energia e manutenção das máquinas, a transformação digital na indústria automotiva melhora a experiência de compra dos novos compradores de carros, mais adeptos e familiarizados com a modernidade e inovação. Veja alguns dados da SAP sobre este segmento:

  • 22% das receitas relacionadas à indústria automotiva serão derivadas de mobilidade compartilhada, transporte como serviço e outros serviços digitais. 
  • US$ 1 bilhão é o investimento que os fabricantes fazem todos os anos em pesquisa e desenvolvimento.
  • 85% dos fornecedores de peças de reposição incorporarão a impressão 3D aos negócios nos próximos cinco anos.
  • US$ 6,7 bilhões são estimados em vendas globalmente na indústria automotiva até 2030.

Transformação digital da indústria automotiva: quais são as estratégias das empresas líderes

Os fabricantes líderes do mercado automotivo consideram sete pilares como fundamentais para implementar uma transformação digital bem-sucedida, demandados entre os próprios concorrentes, para suprir as necessidades dos novos consumidores, mais exigentes e ávidos por tecnologia. Entenda quais são os pontos:  

 

  • Cadeia de suprimentos digital e manufatura conectada: capaz de lidar com impulsos externos, como flutuações na oferta e na demanda que exigem materiais, peças e operações diferentes. 
  • Produtos inteligentes: design e desenvolvimento de inovações, que combinam produtos físicos com sensores e softwares integrados. O melhor carro inteligente é aquele que se comporta de maneira autônoma e fornece os serviços de maior valor agregado ao usuário.
  • Comprometer-se com a força de trabalho em mudança: manter e desenvolver as habilidades de uma força de trabalho mais jovem, para aumentar os níveis e as expectativas em relação à tecnologia. 
  • Foco no cliente: a transformação não só da experiência de compra, mas também da experiência do cliente, com informações sobre a movimentação do mercado automotivo.
  • Cibersegurança: com sistemas inteligentes e conectados, há a responsabilidade de garantir a integridade, segurança e autenticidade dos elementos digitais do produto.
  • Digitalização conectada: o veículo do futuro será uma extensão gigantesca de um dispositivo móvel, onde a conectividade é infinita em cidades inteligentes.
  • Sensores inteligentes e autoconscientes: a análise preditiva é um ativador essencial para aproveitar os dados gerados continuamente e reduzir falhas, sendo autossuficiente e atual em qualquer alteração.

 

Pode parecer insignificante, mas qualquer veículo fabricado atualmente precisa atender o mínimo de tecnologia para satisfazer as necessidades do cliente, como a conectividade bluetooth. Antigamente, ninguém imaginava entrar em um carro de uma “pessoa desconhecida”, mas o aplicativo de mobilidade compartilhada só tende a crescer, seja para deslocamento ao local de trabalho ou para atividades de lazer. 

Como a Uppertools pode ajudar nesta transformação digital?

A Uppertools é a distribuidora do SAP Business One  no Brasil, com 15 anos de atuação no mercado de software para gestão de empresas e desenvolvedora da solução BR One. Nossa equipe especializada é capaz de entender e solucionar qualquer desafio que esteja impedindo uma gestão mensurável da sua fábrica.

Temos conhecimento de que a cadeia de suprimentos do setor automotivo precisa de um controle rígido no acompanhamento e monitoramento de estoque, o que envolve a distribuição de peças, mensuração dos custos e a produção. Entre em contato conosco e saiba como integrar todas as áreas, fazer relatórios de auditoria e mensurar dados em tempo real.