Cloud Computing: como facilitar o seu controle de informações?

5 dicas para evitar problemas ao contratar um funcionário
5 de maio de 2016
Como um ERP ajuda a aumentar os lucros da empresa
12 de maio de 2016

O século XXI já está marcado pela explosão na quantidade de informações que as empresas possuem para a execução de seus projetos, avaliação de métricas e criação de novas abordagens comerciais. Nesse contexto, a internet mobile, as redes sociais, a popularização do smartphone e a Internet das Coisas aumentaram consideravelmente a quantidade de dados que as companhias possuem ao seu dispor.

É importante, portanto, que as companhias criem métodos para o correto armazenamento de seus registros digitais. Eles devem levar em consideração uma série de rotinas, além de padrões de segurança e privacidade que sejam capazes de impedir o acesso não autorizado a informações pessoais.

Para garantir a confiabilidade dos sistemas de armazenamento, várias estratégias podem ser abordadas. Entre elas, o Cloud Computing destaca-se por sua alta confiabilidade, escalabilidade e controle de acesso.

O Cloud Computing é uma solução que está sendo empregada em várias companhias, que buscam novas formas de gerenciar os seus ativos digitais — com mais eficiência e custos reduzidos. Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura do post de hoje!

A importância dos dados para sua empresa

A informação digital tornou-se um dos principais ativos estratégicos para várias empresas. Com o aumento das fontes de dados e a popularização de ferramentas de análise baseadas em big data, companhias conseguem coletar e analisar grandes pilhas de dados em busca de insights diversos.

Hoje, os registros que uma companhia possuem são trabalhados para prever tendências de mercado e identificar padrões de consumo. As ferramentas de análise também podem ser empregadas como forma de tornar serviços corporativos mais eficientes, além de rastrear falhas nas operações internas.

E, como os sistemas digitais estão sendo empregados em uma escala cada vez maior, os dados digitais de uma empresa passaram a ser avaliados como um de seus principais ativos — registrando movimentações financeiras, a evolução de índices internos e os avanços das estratégias de mercado.

Uma política de segurança e privacidade eficiente

Diante da dependência de várias companhias em seus ativos digitais, o controle de informações tornou-se uma atividade vital para os gestores de TI. Eles devem ser capazes de avaliar quais são os pontos que fornecerem vulnerabilidade para as redes internas e, a partir disso, criar rotinas e políticas de segurança e privacidade — que possam impedir o acesso não autorizado aos registros corporativos.

Essa é uma política que irá guiar o trabalho de todo o departamento de TI, além das atividades diárias de cada usuário. Sistemas de criptografia e protocolos de segurança podem ser empregados para impedir a captura de informações em trânsito, ou armazenadas em discos removíveis. Já as rotinas de controle de acesso e senhas de alta complexidade diminuem as chances de uma pessoa com uma palavra-chave comprometida tornar-se a porta de entrada para hackers.

Aumento do controle interno da empresa

A criação de uma política de privacidade e segurança digital eficiente passa por todas as etapas da empresa. Além das senhas e do controle de acesso, é necessário garantir que todos os dados digitais sejam confiáveis e fiquem disponíveis pelo maior tempo possível.

Nesse sentido, o Cloud Computing pode ser utilizado como uma ferramenta que amplia a eficiência dos métodos de armazenamento da empresa. A computação na nuvem permite que empresas armazenem os seus dados mais importantes em servidores remotos, ampliando a sua proteção contra ataques e aumentando a escalabilidade de seus sistemas digitais

Essa tecnologia permite a criação de ambientes virtuais com alto controle de acesso, métodos de armazenamento com criptografia, autenticação de dois passos e outras rotinas que evitam ao máximo as chances de uma vulnerabilidade ser explorada com eficiência. Garantindo que todos possam ter acesso a informações confiáveis, a empresa pode tornar as suas operações mais eficientes. Nesse sentido, o Cloud Computing torna projetos mais dinâmicos, integra setores e aumenta a mobilidade de todos os profissionais.

No longo prazo, ao utilizar o Cloud Computing como uma das principais plataformas para o armazenamento de dados, a empresa pode inovar mais — e criar abordagens comerciais, mais dinâmicas e flexíveis.

E você, já trabalhou com a nuvem? Gostou de saber como ela pode facilitar o sistema de informações? Como foi sua experiência com ela? Deixe seu comentário e entre para a conversa!