Business Intelligence: como funciona a análise de dados na prática?

Gestão de Equipes Remotas
Gestão de equipes remotas: as melhores práticas para o sucesso
11 de agosto de 2020
Relatórios gerenciais: eles ajudam a melhorar o controle dos processos?
Relatórios gerenciais: eles ajudam a melhorar o controle dos processos?
25 de agosto de 2020
business intelligence

Informação é o recurso mais valioso de qualquer negócio. Empresas como o Facebook e o Google, por exemplo, utilizam os dados dos seus usuários para melhorar a experiência de navegação e conceder ofertas personalizadas.

Essa análise de dados, no entanto, precisa contar com ferramentas que ajudam a selecionar tudo aquilo que faz sentido ou não. E é aí que entra o Business Intelligence.

Esse recurso tecnológico permite que as empresas coletem qualquer informação, analisem a sua relevância e a transformem em oportunidades. Quer saber como essa estratégia funciona no dia a dia de um negócio?

Então siga acompanhando!

BI na prática

Se antes as empresas precisavam de profissionais com uma formação específica em TI e programação para lidar com bancos de dados e relatórios, hoje, todo o processo é feito de forma intuitiva, graças ao BI.

Você ainda deve estar se perguntando: mas como o Business Intelligence funcionará na prática em minha empresa? A resposta é simples: a análise de dados com BI possibilitará uma nova forma de tomar decisões.

Em empresas que ainda utilizam o modelo de análise de relatórios semanais ou mensais, nem sempre a informação correta é destinada à pessoa certa em um tempo hábil.

Muitas vezes, o setor de TI coleta dados que poderiam ser utilizados pelo marketing ou pelas vendas, mas eles acabam perdendo-se pelo caminho, o que representa uma perda de oportunidades.

Com o BI, os gestores podem detectar falhas no momento em que elas estão surgindo e aproveitar melhor os recursos disponíveis, de forma independente. Ou seja, não é mais preciso esperar outros departamentos para coletar informações e criar relatórios. Tudo é acessado em tempo real e em qualquer lugar.

Por exemplo, uma empresa do ramo de moda pode utilizar os dados coletados e analisados para descobrir os produtos que precisam ser incluídos em estoque, a resposta do consumidor a uma campanha ou um novo produto, as peças que possuem pouco índice de vendas, o movimento dos pontos de cada loja, e assim por diante.

Principais aplicações de Business Intelligence nas empresas

Agora que você já sabe o que é o Business Intelligence e como ele funciona na prática, mostraremos as aplicações dele no ambiente empresarial. Acompanhe!

Atendimento ao cliente

O Business Intelligence proporciona uma análise mais apurada do atendimento que é oferecido aos clientes, gerando dados e informações sobre a forma que a empresa conduz esses processos, bem como os resultados obtidos com eles.

Com base nesses relatórios, é possível verificar se existem procedimentos que precisam ser alterados no atendimento ao cliente, sempre colocando como meta a resolução de problemas no menor tempo possível, bem como o tratamento cordial e respeitoso.

Conhecimento dos consumidores

O Business Intelligence facilita o acesso a dados e informações dos consumidores. Portanto, esse processo possibilita a criação de estratégias mais direcionadas ao perfil de seus clientes, facilitando o contato e tornando a relação com eles mais próxima e eficiente.

Essas características favorecem em muito o processo de vendas, como discorreremos em outro tópico deste artigo.

Marketing

O conhecimento dos consumidores também favorece a criação de campanhas de marketing mais direcionadas e com maior nível de eficiência.

Ao conhecer o perfil dos seus clientes, suas preferências e as mídias mais utilizadas, é possível criar conteúdos totalmente direcionados para eles, atingindo pessoas que têm mais chances de ir até a sua empresa e fazer negócios.

Além de favorecer o aumento no número de novos clientes, estratégias de marketing mais direcionadas e focadas em seu público-alvo também costumam ser mais baratas que aquelas que são distribuídas ao mercado sem o menor critério.

Finanças

As ferramentas de BI também facilitam a gestão financeira da empresa. Uma vez que essa ferramenta integra todos os setores de um negócio, o departamento financeiro não poderia ficar de fora.

O Business Intelligence auxilia na captação de informações financeiras de determinado período, cruzando dados com outros departamentos da empresa, com o objetivo de verificar a necessidade de capital de giro, gargalos que drenam os recursos do negócio, entre outros elementos.

Monitoramento de indicadores de desempenho

Ferramentas de Business Intelligence também são capazes de monitorar indicadores de desempenho de uma empresa. Esses elementos medem diversos pontos da organização, fornecendo informações sobre a performance de cada um deles.

Com isso, é possível analisar uma série de dados importantes, por exemplo: feedback de clientes, estatísticas de vendas, números de chamados em aberto, quantidades de devoluções, reclamações etc.

O BI é capaz de reunir todas essas informações e monitorar o desempenho individual em cada um dos indicadores, fornecendo opções de melhorias nos setores responsáveis pela emissão de cada um deles.

Identificação de oportunidades de vendas

Por fim, essa ferramenta facilita a identificação de oportunidades de vendas. Com a implementação do BI, a empresa passa a ter uma visão logística de todas as áreas, identificando possibilidades de vendas que não foram percebidas em outras oportunidades.

Vantagens do BI para as empresas

Processar informações e criar métricas para otimizar gastos, tomar decisões mais acertadas e evitar estratégias que não trarão resultados satisfatórios são o que, no mundo empresarial, denominamos de “Inteligência de Mercado” — ou Business Intelligence.

Usar ferramentas de BI significa entender melhor o que funcionará para o seu negócio, conhecer os clientes, avaliar os concorrentes e o seu nicho de mercado. As principais vantagens trazidas por esse tipo de análise de dados incluem as seguintes ações.

Antecipar tendências e reduzir as chances de erros

Para as empresas que querem garantir a sobrevivência e o crescimento no mercado, é preciso antecipar tendências e oportunidades, principalmente em um mercado ávido por inovação.

Mas, na prática, fazer projeções para o futuro não é uma tarefa fácil.
Um dos melhores usos do Business Intelligence está em cruzar dados obtidos no ambiente interno e fora da empresa.

Isso permite que as previsões se baseiem em fatos, e não apenas em suposições, o que diminui a chance de erros e aumenta o poder de projetar com clareza o que vem pela frente.

Agilizar a tomada de decisões

Como citamos anteriormente, uma das maiores vantagens da análise de dados com BI está no processo de tomada de decisões. Em vez de se concentrar no que a concorrência anda fazendo ou perder tempo com informações sem valor, as empresas podem focar-se na sua própria realidade e buscar o que será um diferencial para o negócio.

Decisões rápidas e acertadas são importantes para a prevenção e o controle de crises, para a inovação e para a melhoria de processos.

Do ponto de vista do mercado, uma empresa que segue esse modelo é vista com credibilidade e possui uma enorme vantagem competitiva.

Aumentar a produtividade

As plataformas de Business Intelligence oferecem dashboards e painéis de controle que permitem uma visão completa sobre todos os setores e dados da empresa.

Toda análise é feita visualmente, o que torna possível simplificar processos e evitar perda de tempo com pesquisas em planilhas, arquivos e relatórios. Para as empresas e os colaboradores, a junção desses fatores resulta em um aumento significativo de produtividade.

Evitar o desperdício de dados

Um dos principais problemas das empresas que não utilizam estratégias de Business Intelligence está no desperdício de dados. Com o advento da internet, estima-se que houve um aumento de 400% no desperdício de informações úteis, que poderiam fazer a diferença para as organizações.

O que acontece é que dezenas dessas informações são coletadas e armazenadas diariamente, mas acabam perdendo-se, sem nenhuma utilidade prática.

Trata-se de um indicativo de despreparo das empresas para lidarem com o volume de dados. Nesse caso, só o BI pode ajudar a contornar a situação, já que coleta dados de diferentes fontes — como sistemas ERP, CRM e arquivos de texto e documentos, transformando-os em indicadores e métricas muito mais concisos e eficientes.

Diminuir o tempo de reação ao mercado

Utilizar BI no ambiente organizacional faz com que as informações das empresas não fiquem acumuladas em planilhas e arquivos, mas se transformem em ações com mais rapidez.

Essa prática é essencial para diminuir o tempo de reação de uma empresa ao que acontece no mercado, o que ajuda a atrair o público-alvo mais facilmente e a evitar a estagnação e desvantagem competitiva.

Melhorar o relacionamento com o cliente

Se a sua empresa consegue atender às expectativas dos clientes, responder com rapidez e eficiência as suas dúvidas e oferecer um atendimento de qualidade, dificilmente eles farão negócios com a concorrência. E essa é uma das principais vantagens do BI.

A análise de dados com essa ferramenta deixa que toda a informação seja transformada em estratégias também do ponto de vista do cliente.

Na prática, isso significa para a empresa entender melhor o seu comportamento, as reclamações e os interesses, com o intuito de fidelizá-lo e tornar o relacionamento vantajoso para ambas as partes.

Com base em tudo o que foi descrito, podemos entender que o Business Intelligence é uma ferramenta que proporciona diversas vantagens que impactam diretamente nos resultados da empresa, bem como na sua gestão.

Portanto, comece a pensar na implementação desse tipo de processo para obter todos esses benefícios.

Gostou deste artigo? Então, divulgue essas informações, compartilhando este post em suas redes sociais.

Dessa forma, mais pessoas conhecerão essa ferramenta tão valiosa para a gestão empresarial.