Business Intelligence e Big Data: entenda as 5 maiores diferenças

Excelência operacional: 5 práticas para aprimorar as operações e os resultados
7 de maio de 2018
Saiba como melhorar sua gestão contábil
30 de maio de 2018

As tecnologias Business Intelligence e Big Data cruzam-se, em certa medida, pois ambas lidam com a coleta de informações. No entanto, o Business Intelligence é um conceito bastante específico, que remonta ao início dos anos 90, e se trata de um conjunto de estratégias criadas para utilizar e aprimorar dados de determinada empresa, a fim de que possam servir de base para tomada de decisões e como um meio de inovação no universo do empreendedorismo.

Já o Big Data é uma tecnologia bem mais recente, que se dedica a coletar, em tempo real, o maior volume possível de dados ainda brutos, com o intuito de identificar relações mútuas e indicadores de tendências do mercado e dos hábitos dos consumidores, de forma global.

Para caracterizar melhor essas duas ferramentas, criamos uma lista com as principais diferenças entre o Business Intelligence e o Big Data. Confira e veja como aplicá-las no seu negócio!

1. Coleta de dados

Para coletar dados, o Big Data se utiliza de redes sociais, pesquisas de satisfação, comunicação com a empresa por meio de e-mail e do “Fale Conosco”, comentários no site da empresa, registro dos tipos de transações comerciais escolhidas — tudo isso de forma global.

Já o Business Intelligence se apoia em recursos internos de modo bastante específico, utilizando gráficos de desempenho dos funcionários, painéis virtuais – onde ficam registrados a produção e desenvolvimento da empresa – e análise das formas de atuação da concorrência e da realidade do mercado.

2. Diferença de objetivos

Com relação aos objetivos do Business Intelligence e do Big Data, digamos que o primeiro tem um objetivo mais específico, que é o de analisar dados já refinados do próprio empreendimento, a fim de gerar ideias para aprimoramentos na empresa.

Por outro lado, o Big Data pretende coletar e analisar dados referentes a hábitos e tendências globais de consumidores e do mercado, colocando-os à disposição das empresas como uma ferramenta de gestão.

3. Precisão dos dados

A precisão das informações não é o foco principal do Big Data. Ele apenas busca apresentar as relações mútuas que ocorrem entre mercado e consumidor, deixando a cargo das empresas o refinamento dessas informações.

Já o Business Intelligence é uma tecnologia que atenta aos detalhes, utilizando o Big Data como mais uma arma poderosa, conferindo-lhe subsídios para a valorização do empreendimento.

4. Utilização dos dados

O Business Intelligence é, basicamente, uma tecnologia utilizada no universo do empreendedorismo para promover inovações, aumentar a produção das empresas, potencializar as capacidades de uma equipe, e, com isso, fazer frente à concorrência.

Já o Big Data conta com maior abrangência, uma vez que esse volume de dados coletados pode ser utilizado em diversos segmentos. A correlação de dados, estatísticas, tendências e hábitos pessoais servem, portanto, como uma forma de aprimoramento técnico.

5. Locais de armazenamento

Outra diferença entre o Business Intelligence e o Big Data tem a ver com o local de armazenamento de suas informações.

Enquanto o Big Data armazena um grande volume de informações em servidores como IBM, HP e Cisco, disponibilizando-as em um sistema na nuvem para que possam ser acessadas via web, o  Business Intelligence utiliza sistemas internos para o armazenamento das suas informações, muitas vezes associando-se aos ERPs (softwares de sistemas de gestão) para organizá-las.

Business Intelligence e Big Data, portanto, são bastante úteis para as empresas, especialmente se você trabalhá-los juntos. Visto que focam em aspectos diferentes dos processos empresariais, combiná-los é um ótimo jeito de otimizar os processos para tornar  o seu negócio ainda mais competitivo!

Agora que você já sabe as principais diferenças entre Business Inteligence e Big Data, que tal compartilhar sua opinião sobre o assunto? Deixe um comentário!