Como a tecnologia pode ajudar na automação de processos industriais?

crescimento sustentável de uma empresa
Como promover o crescimento sustentável de uma empresa? Entenda aqui
14 de abril de 2020
automação de processos industriais

A automação de processos industriais invadiu esse setor da economia e, atualmente, não há mais como fugir dela. Afinal, existe uma gama de benefícios agregados que são praticamente impossíveis de deixar de lado.

E a tendência é que, à medida que o tempo passe, ela se torne ainda mais relevante para o mercado industrial.

O perfeito funcionamento desse processo deve passar, impreterivelmente, pelas mais variadas ferramentas tecnológicas do mercado. Elas são as responsáveis por agregar todas as informações que a automação exige.

Neste artigo, discorreremos de forma mais detalhada esse processo e como ele pode ser benéfico para a sua empresa. Acompanhe!

A importância da automação de processos industriais

A automação não é um processo exclusivo do setor industrial. Ela está ligada a diversos outros departamentos da economia que precisam agilizar seus processos e também ferramentas gerenciais. Quando o gestor decide aplicar algumas técnicas e tecnologias em sua produção, elas devem ter como finalidade principal a automatização desse tipo de processo.

A automação proporciona benefícios para o setor industrial. Entre eles, podemos mencionar o aumento da produtividade, tendo em vista que ela é capaz de realizar tarefas repetitivas automaticamente — executadas anteriormente de forma manual — ampliando sua capacidade de produção e tornando os processos cada vez mais eficientes.

Outro ponto que merece destaque é a redução de custos. Como ocorre o ganho da produção automatizada em escala, existe a diminuição dos descartes e das perdas de matérias-primas ocorridas durante o processo, reduzindo substancialmente o custo unitário dos produtos.

Além disso, a automação favorece a aplicação de insumos de forma mais eficiente, tomando como base a utilização histórica e analisando melhorias contínuas nos processos. Com o aumento da produtividade e a redução de custos, a sua empresa constituirá um grande diferencial e uma vantagem competitiva perante a concorrência.

Afinal, será possível praticar preços mais atrativos do ponto de vista do cliente, sem perder a qualidade dos produtos e, tampouco, a sua capacidade de produção, tendo em vista que a automação objetiva agilizar esses procedimentos e aumentar significativamente o volume produzido com o mesmo nível de qualidade.

A contribuição da tecnologia para esses processos

A tecnologia tem uma contribuição direta na automação de processos industriais. Esse elemento sequer teria existido sem o auxílio das ferramentas mais avançadas que temos nos dias atuais. Elas atuam em duas frentes: inicialmente, integrando processos essenciais para a existência da automação efetiva e, em segundo lugar, gerenciando todos os procedimentos executados por meio de sistemas altamente tecnológicos e parametrizados para essa finalidade.

Além disso, as ferramentas que existem nos dias atuais também fornecem informações precisas e de grande valor para a gestão das empresas que utilizam esses elementos na tomada de decisões gerenciais, importante para o sucesso e o desenvolvimento do empreendimento.

Com base nesses dados e informações, tanto os gestores dos setores produtivos quanto o próprio empresário conseguem manter em suas mãos os resultados obtidos com a automação dos processos, podendo oferecer soluções para possíveis problemas ou melhorias em pontos fracos, bem como a potencialização dos seus pontos fortes.

Os tipos de automação de processos industriais

Agora que você entendeu o que é, bem como a importância da automação de processos industriais e o papel fundamental que a tecnologia exerce nessa atividade, mostraremos de forma mais detalhada alguns tipos. Continue lendo!

Fixa

O processo de automação industrial denominada pela nomenclatura “fixa” tem como sua característica mais marcante a rigidez da configuração dos equipamentos utilizados. Nesse contexto, o processo deve envolver uma configuração de controle específica, que não é possível de ser alterada após a sua parametrização.

Para fazer isso, seria necessário determinar um novo projeto que vislumbre esse novo formato de configuração dos equipamentos. Isso pode ser visto como uma desvantagem por muitos gestores, entretanto, quando a metodologia está bem configurada, existe um ganho de eficiência e produtividade extremamente interessante.

Portanto, é importante ter em mente que esses tipos de automação de processos industriais possuem focos diferenciados e utilizações muito específicas para determinados empreendimentos. Nesse caso, podemos afirmar que é um tipo de automação extremamente útil para uma empresa que necessita de uma produção elevada e eficiente.

Programável

Também temos a automação “programável”. Nesse caso, existe mais facilidade nos processos produtivos que exigem a fabricação de diversos tipos de produtos ou mercadorias diferentes. Assim, é necessária a designação de classes e produtos distintos para que esteja bem definida no sistema toda a programação dos equipamentos.

Com isso em mente, podemos afirmar que basta selecionar um programa diferente para iniciar a produção de um novo item na empresa.

Esse tipo de automação é muito interessante para aqueles empreendimentos que produzem lotes de mercadorias.

Entretanto, como a reconfiguração das máquinas para cada tipo de produção pode acarretar um gasto de tempo considerável, é muito importante que o seu planejamento esteja muito bem alinhado com cada etapa de elaboração dos seus itens.

Afinal, existem casos de equipamentos que contam com muita tecnologia embarcada, porém necessitam de alguns ajustes manuais para que executem a produção de outros produtos.

Por esse motivo, o planejamento de produção é algo extremamente importante para quem utiliza essa metodologia programável.

Flexível

Para finalizar este artigo, temos o tipo de automação de processos industriais “flexível”. Nesse caso, os equipamentos dispõem de controles automáticos que proporcionam uma programação com certo grau de flexibilidade e alterações no design ou tipo de bem produzido.

Esse tipo de modificação, geralmente, é feito de forma extremamente rápida e por meio dos comandos contidos nas próprias máquinas que são acessadas facilmente com códigos inseridos pelo operador.

A vantagem dessa metodologia é que não existe o gasto de tempo entre os ajustes do equipamento para confecção de outros produtos. Sendo assim, é possível constituir um processo de fabricação contínuo de diversos produtos, dispensando a necessidade da utilização de um sistema em lotes.

Por fim, podemos concluir que não há mais como desagregar a tecnologia da automação de processos industriais.

Sendo assim, o empresário desse setor precisa contar com as mais modernas e recentes ferramentas para garantir que a empresa esteja totalmente integrada e automatizada, permitindo o gozo dos benefícios desse processo.

Se você gostou dessas dicas e quer saber como essa automação funciona, entre em contato conosco. Dessa forma, nosso especialista detalhará todos os pontos importantes.