As Grandes Dificuldades das Pequenas e Médias Empresas

Cinco dicas do Facebook para pequenas e médias empresas
18 de março de 2014
Pequenas e médias empresas podem superar as gigantes com a inovação
20 de março de 2014

Um dos principais motivos das empresas sucumbirem tão rapidamente é a falta de liquidez, ocasionada pela completa ausência de um planejamento e de uma gestão administrativa.

Ao iniciar um empreendimento, além dos investimentos iniciais, o empresário deve apropriar recursos necessários para a gestão do negócio por um período mínimo. Esse período deve ser estimado com base em dados reais e pesquisas de mercado e, projetado na fase de planejamento, pois varia de acordo com o tipo de empreendimento, mercado consumidor, estruturas macro-econômicas, etc. Por isso, deve ser contemplado ainda na etapa de planejamento.

A Empresa deve ser adequadamente gerida, para que tenha liquidez e isso deve começar ainda na fase de incubação e desenvolvimento da idéia. Nessa fase, já deve ser considerada a necessidade de capital de giro em quantidade suficiente para a gestão da empresa, independente do aporte inicial para a abertura do empreendimento.

Essa necessidade deve ser quantificada levando-se em consideração as obrigações mensais futuras com aluguéis, matéria-prima de reposição, salários e encargos dos colaboradores, tributos e impostos, despesas de água, luz, telefone e outras despesas de funcionamento e, projetadas pelo número de meses que o empreendedor acredita serem necessários para o pleno desempenho de suas atividades, quando as vendas superarem as despesas de funcionamento, tornando assim, o empreendimento auto sustentável.

Isso, você tem que prever e projetar de forma técnica e realista. Não existem empreendimentos milagrosos que, da noite para o dia, geram riquezas aos empreendedores. Observe empresas do mesmo ramo e empreendimentos de mesmo porte e seja realista na estimativa.

A liquidez de uma empresa é definida pelo quociente do montante de recursos disponíveis ou a realizar e as suas obrigações. Se superior a unidade a empresa está líquida. O assunto liquidez é tão importante, que há 4 índices desenvolvidos só para medir a liquidez de uma empresa. Um para cada período de tempo. A liquidez da empresa está intrinsecamente atrelada à sua situação financeira, a saúde financeira do empreendimento.

Apuram-se a liquidez instantânea ou imediata, a liquidez seca, a liquidez corrente e a liquidez geral. Esses índices são importantes e interessam ao empresário para acompanhar o desempenho da empresa, aos sócios para verificar se a empresa vai bem, a possíveis investidores interessados em aplicar recursos em empresas saudáveis e aos bancos, que tem grande interesse em aplicar seus recursos em empresas que não ofereçam grande risco de retorno aos seus capitais.

Fonte: http://www.folhabaiana.com/artigos/as-grandes-dificuldades-das-micro-pequenas-e-medias-empresas/