93% das empresas consideram as tecnologias inteligentes fundamentais para a Transformação Digital

O que é Gig economy e como este conceito cresceu ao longo dos anos?
O que é Gig economy e como este conceito cresceu ao longo dos anos?
12 de janeiro de 2021
Inovação na Gestão Empresarial
Saiba como promover a inovação na gestão empresarial
2 de fevereiro de 2021
tecnologias inteligentes

Você sabia que 93% das empresas consideram as tecnologias inteligentes fundamentais para a Transformação Digital?

De acordo com estudo da Forrester Consulting, encomendado pela SAP, empresas já fazem uso de pelo menos duas das tecnologias inovadoras consultadas.

A SAP SE (NYSE: SAP) divulgou os resultados de um estudo sob encomenda realizado pela Forrester Consulting, o qual apontou que 93% dos executivos consultados sinalizam que a adoção de tecnologias inteligentes, como Aprendizagem de Máquina, Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial, Blockchain e Realidade Aumentada/Virtual, são fundamentais para o sucesso de seus processos de Transformação Digital.

O estudo consultou 740 executivos, tomadores de decisão de TI em empresas de diversos segmentos do mercado. Para participar, as empresas consultadas cumpriram dois critérios importantes: estar passando ativamente pelo processo de transformação digital e ter implementado iniciativas com pelo menos duas tecnologias emergentes.

Os respondentes apontaram a busca por vantagem competitiva como principal fator para adoção das tecnologias inovadoras. As empresas consultadas estão implementando ou já implementaram tecnologias que incluem IoT (92%), Inteligência Artificial (78%), Machine Learning (77%), Realidade Virtual/Aumentada (70%) e Blockchain (68%).

A pesquisa também revelou que, tendo as jornadas de transformação digital como prioridade, as organizações estão otimizando cada vez mais os processos existentes para a elevação dos níveis de eficiência, ampliando processos para gerar mais valor e transformando os modelos de negócio para abrir novos fluxos de receitas. Além disso, 92% das empresas demonstraram alto interesse por plataformas capazes de unificar os dados coletados/gerados pelas tecnologias inteligentes e os processos de negócios.

Os resultados também mostram que as prioridades são diferentes a depender das indústrias e do grau de maturidade digital e objetivos de negócio. Empresas do setor de manufatura estão priorizando a implementação ou expansão dos esforços em projetos de manutenção preditiva, já empresas varejistas estão concentrando esforços na adoção de Big Data e análise preditiva para tomada de decisões. Já as de serviços públicos (utilities) estão implementando salas de controle digitais que fornecem informações como taxas de capacidade e eficiência para análise em tempo real pelo time executivo.

“O estudo mostra que as empresas estão investindo em diferentes tecnologias inteligentes e que o principal objetivo é obter vantagem competitiva para os negócios. As empresas estão cada vez mais conscientes que a sobrevivência no mundo digital depende da capacidade de inovar. Mais importante do que adotar uma tecnologia ou outra, é entender a capacidade de conectar pessoas, processos, tecnologia e dados como forma de acelerar a transformação digital, fazendo mais com menos, elevando os níveis de engajamento dos clientes”, explica Rui Botelho, Vice-Presidente da área de Digital Core da SAP Brasil.

O estudo contou com 740 entrevistados em diversos países, incluindo o Brasil. As entrevistas foram realizadas entre setembro e outubro de 2018 e os resultados consolidados em janeiro de 2019.

Fonte: SAP Brasil