5 dicas para evitar problemas ao contratar um funcionário

Como manter as finanças da empresa em ordem com a alta do dólar?
29 de março de 2016
Cloud Computing: como facilitar o seu controle de informações?
10 de maio de 2016

Em tempos de crise e alta do número de desempregados no país, muita gente se candidata a qualquer vaga que apareça. É nessa hora que a empresa empregadora deve ter ainda mais cuidado ao fazer a seleção para que uma ou mais pessoas ocupem um cargo em seu quadro de funcionários.

Além disso, muita gente má intencionada pode estar de olho em brechas da lei trabalhista para processar a empresa e conseguir alguma indenização. Por isso, tomar certos cuidados ao contratar um funcionário é essencial tanto para que ele tenha a capacidade para executar a função, quanto para evitar problemas na justiça. Veja a seguir 5 dicas que ajudarão a evitar que aconteçam problemas ao contratar um funcionário.

Faça uma seleção eficiente

A primeira forma de contato com o candidato é através da seleção dos currículos que serão encaminhados para a entrevista. Porém, o currículo somente indica sobre a formação, a técnica e a experiência que a pessoa tem. O currículo falha em revelar aspectos humanos. Por isso, a entrevista deve ser bem planejada para que se consiga saber aspectos da personalidade do candidato. Trabalhos que necessitem de relacionamento interpessoal, podem ter uma fase de dinâmica em grupo como parte do processo seletivo.

Analise comportamentos

Um candidato pode ter um currículo muito bom, mas é preciso saber mais. Na seleção deve-se tentar descobrir atitudes negativas como problema com cumprimento de horários ou metas, como é seu relacionamento em grupo — se é desagregador, se não tem senso de união ou se ele é procrastinador.

Esses detalhes influenciam muito na eficiência do funcionário, pois ele pode ter boa técnica, bom conhecimento, mas mesmo assim não produzir adequadamente, por ser relaxado demais devido a essas más atitudes.

Descubra potenciais

Tenha em mente a frase: “contrate um sorriso e treine a técnica”. Atributos como simpatia, dedicação, colaboração e dinamismo são bem mais difíceis de ser ensinados que alguma técnica para realizar um trabalho. Uma pessoa com um currículo não tão competitivo, pode ser um diamante que só precisa ser lapidado. Para descobrir esse potencial, durante a entrevista, escute mais e fale menos. Use perguntas que façam com que a pessoa fale sobre sua vida, sobre seus outros empregos. Assim você consegue perceber característica e potenciais que o currículo escondeu.

Contrate uma empresa de recursos humanos

Caso não saiba ou esteja inseguro para fazer uma seleção eficiente, contrate uma empresa que preste serviços de Recursos Humanos. Eles conhecem e aplicam diversas técnicas para analisar as necessidades do cargo e selecionar uma pessoa com um perfil adequado para ocupar a vaga.

Evite problemas legais na contratação

Na hora de contratar um funcionário, muitas empresas tentam economizar com custo tributário contratando prestadores de serviços, os famosos “PJs”. É preciso muito cuidado com esse tipo de contrato, pois muitas vezes as características desse contrato podem evidenciar o vínculo empregatício. Assim, quando menos se espera, aquele colaborador entra na justiça com um processo trabalhista. Prefira contratar no modelo da CLT. O custo pode ser mais elevado, mas evita dores de cabeça e prejuízos maiores em longo prazo.

Ao contratar pela CLT tenha atenção aos seguintes detalhes que são os problemas que mais geram ações trabalhistas: horas extras, adicional noturno e por insalubridade, verbas rescisórias de contrato e não recolhimento do FGTS.

Contratar um funcionário é sempre um momento que o empregador deve levar a sério para que problemas não aconteçam. Você já teve algum problema com algum funcionário? Deixe seu comentário, compartilhe o que aconteceu e como resolveu a situação!